31 de mar de 2009

COMO FAZER UM SEMINÁRIO


Seminário
CONCEITOS
O seminário consiste em buscar informações, por meio de pesquisa bibliográfica ou de entrevista de especialistas, discussão em grupo, confronto de pontos de vista, formulação de conclusões. Realizado o trabalho inicial, leva-se o resultado a uma assembléia para discussão. Todos devem participar. Não é o seminário uma assembléia para relatar informações tão somente. (MEDEIROS, 2004, p. 31)

Seminário é uma técnica de estudo que inclui pesquisa, discussão e debate (...) Essa técnica desenvolve não só a capacidade de pesquisa, de análise sistemática de fatos, mas também o hábito do raciocínio, da reflexão, possibilitando ao estudante a elaboração clara e objetiva de trabalhos científicos. (LAKATOS e MARCONI, 2005, p.35).

OBJETIVOS
O objetivo último de um seminário é levar todos os participantes a uma reflexão aprofundada de determinado problema, a partir de textos e em equipe (...)
Para alcançar esse objetivo último, o seminário deve levar todos os participantes:
+ A um contato íntimo com o tema básico, criando condições para uma análise rigorosa e radical do mesmo;
+ À compreensão da mensagem central do texto, de seu conteúdo temático;
À interpretação desse conteúdo, ou seja, a uma compreensão da mensagem de uma perspectiva de situação de julgamento e de crítica da mensagem.
+ À discussão da problemática presente explicita ou implicitamente no texto. (SEVERINO, 1996, p.63)

A finalidade do seminário é motivar para a pesquisa, é ensinar a aprender sem dependência do professor, monitor, orientador (...) Outra finalidade sua é desenvolver a capacidade de pesquisa, de análise textual, de análise dos fatos. (MEDEIROS, 2004, p.31)

ATRIBUIÇÕES NO SEMINÁRIO (LAKATOS e MARCONI, 2005, p.37)
Coordenador: papel assumido pelo professor que: propõe temas a serem estudados; indica bibliografia inicial; estabelece agenda de trabalho; fixa duração das sessões: orienta as pesquisas; coordena a apresentação dos seminários, introduzindo o assunto geral e sintetizando as conclusões globais com a participação ou não da classe e do grupo expositor.

Organizador: figura que surge apenas quando o seminário é grupal e as tarefas são divididas entre seus integrantes. Suas principais atribuições são: marcar as reuniões prévias; coordenar as pesquisas e o material; designar os trabalhos a cada componente.

Relator(es): expõe os resultados dos estudos. Pode ser um elemento, vários ou todos do grupo.

Secretário: anota as conclusões parciais e finais do seminário, após os debates. Pode ser substituído pelo professor ou pelo organizador.

Comentador(es): pode ser um só estudante ou um grupo diferente do responsável pelo seminário. Estuda com antecedência o tema a ser apresentado com o intuito de fazer críticas adequadas à exposição, antes da discussão e debate dos demais participantes da classe.

Debatedor(es): correspondem a todos os alunos da classe. Participam depois da exposição e da crítica do(s) comentador(es), fazendo perguntas, pedindo esclarecimentos, colocando objeções, reforçando argumentos ou dando algumas contribuições.

PASSOS PARA ORGANIZAÇÃO DO SEMINÁRIO
01. Formação das equipes
O tema de nosso seminário é a História da Educação, no entanto, ele será estudado de maneira específica por meio de sub-temas distribuídos entre equipes.
As equipes já foram formadas e os sub-temas distribuídos da seguinte forma:
- Educação na Grécia
- Educação em Roma
- Educação na Idade Média
- Educação no Renascimento

02. Debate nas equipes
Uma vez formadas as equipes, iniciamos um debate nos pequenos grupos em torno dos temas de seminários. Para isso, recomendamos a todos a leitura antecipada do texto-base indicado pelo professor e que produzissem um resumo a ser entregue na data desta oficina.

Nesse momento de trabalho de grupo sugerimos a partilha de idéias que cada um considera importante e de dúvidas que surgiram por meio da leitura do texto-base.

Enquanto acontece a partilha das idéias, um secretário do grupo faz algumas anotações a respeito, entregando esse material para o professor logo após o final do trabalho em grupo.

O objetivo desse momento é estimular a aprendizagem colaborativa onde um enriquece o outro, partilhando suas idéias e dúvidas e ajudando-se mutuamente.

03. Elaboração do projeto de trabalho
Agora, nosso próximo passo é a elaboração do plano de trabalho, desenvolvendo as seguintes ações:
+ Escolher organizador, relator(es) e secretário;
+ Registrar e organizar as idéias relevantes da temática (Resumo de idéias);
+ Programar pesquisa, tendo em vista o aprofundamento das idéias;
+ Definir como serão apresentadas as idéias e que recursos poderão ser utilizados (Metodologia/Recursos);
+ Entregar ao coordenador do seminário (professor) o plano de trabalho.

REFERÊNCIAS BIBLIOGRAFICAS
MEDEIROS, João Bosco. Redação científica: a prática de fichamentos, resumos, resenhas. 6. ed. São Paulo: Atlas, 2004.
LAKATOS, Eva Maria; MARCONI, Marina de Andrade. Fundamentos de metodologia científica. 6. ed. São Paulo: Atlas, 2005.
SEVERINO, Antônio Joaquim. Metodologia do trabalho científico. 20. Ed. rev. e ampl. São Paulo: Cortez, 1996.

Nenhum comentário: